segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Psicologia, psicólogos & ciência



E assim começou mais uma semana, atendendo pacientes na Vitaclass Coworking de Saúde onde atuo como psicóloga. 
A psicoterapia pode, literalmente, salvar vidas. Quem já se sentiu à beira do abismo emocional trazido pela depressão, ansiedade ou qualquer transtorno psíquico sabe que a saúde mental é tão importante (e frágil) quanto nossa saúde física.
Há infelizmente ainda muito preconceito sobre fazer psicoterapia. Ninguém acha estranho procurar um dentista se o dente dói ou um médico para tratar uma infecção de garganta, mas ainda se questiona muito a necessidade de procurar ajuda de um psicólogo.
Da mesma forma que não há vergonha alguma em se ter diabetes ou pressão alta, as pessoas não deveriam se sentir constrangidas por terem síndrome do pânico, depressão ou qualquer outro transtorno mental.
Não tenha medo ou vergonha de pedir ajuda à um profissional capacitado para acolher você sem julgamentos e lhe ajudar a alcançar mais equilíbrio emocional para vencer as batalhas diárias que a vida nos impõe.
Busque profissionais inscritos no CRP (Conselho Regional de Psicologia) e com boas referências e não se deixe enganar por “terapias milagrosas” que prometem a “cura” em poucas sessões ou usando técnicas não embasadas em estudos realmente sérios.
Há infelizmente uma onda de pseudociência por aí: há os que demonizem o uso de protetores solares, a ingestão de alimentos como o trigo e a aplicação de vacinas. Também há na área de bem estar mental os que tentam vender a ideia de “terapias quânticas” e o abandono de “crenças limitantes” seria a solução para traumas do passado.
Não há mágica na ciência e tampouco mágica na psicologia. Não existem “pontos na cabeça” que se tocados resolvem problemas complexos da sua vida.
Não é porque a pessoa diz pra você que a técnica X ou Y tem “comprovação científica ou estudos em Harvard” que ela de fato funciona.
Se você deseja resolver um trauma do passado ou problemas de relacionamento ou autoestima no presente, consulte um psicólogo. Ainda não se inventou nada melhor ou mais eficaz para curar as “dores da alma” do que falar sobre elas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O MATERIAL DO BLOG É INFORMATIVO, NÃO SUBSTITUI A TERAPIA OU PSICOTERAPIA OFERECIDA POR UM PROFISSIONAL.

Psicólogia Floripa. Todos os direitos reservados © Tema criado por Lory Design Studio